Qual o melhor? Técnico ou tecnólogo? Veja as diferenças entre os cursos e escolha o ideal para seu futuro!

Escolher entre técnico e tecnólogo depende não apenas das suas pretensões acadêmicas, mas também da trajetória profissional que pretende percorrer. Conheça as principais características dos dois cursos!

Muitos estudantes querem ingressar no mercado de trabalho rapidamente. Por isso, pode surgir uma dúvida entre fazer curso técnico ou tecnólogo. As modalidades são vistas como alternativas para suprir essa necessidade e projetar os alunos para o ambiente organizacional.

Apesar desses cursos terem curta duração e promover uma rápida inserção nas empresas, eles têm diferenças significativas que podem impactar no seu futuro profissional. 

A seguir, destacamos as principais particularidades de ambos os cursos para você fazer sua escolha entre técnico ou tecnólogo com convicção. Boa leitura!

O curso tecnólogo é de nível superior, ou seja, trata-se de uma graduação. Já o curso técnico é de nível médio e voltado para conhecimentos práticos em uma área específica, numa escala menor de tempo.

Logo, as principais diferenças entre técnico e tecnólogo estão no grau de escolaridade e duração de cada curso. 

CAMP 2023 HOME GRAD UNINASSAU 2 1 | técnico ou tecnólogo

Como funciona o curso técnico?

Os cursos técnicos duram em média dois anos, mas isso pode variar conforme a área escolhida. Além disso, para realização do curso, os alunos devem estar no ensino médio ou já terem concluído.

Ao longo do curso técnico, os estudantes obtêm conhecimentos práticos da área escolhida, com acesso a conteúdos bastante expositivos. Isso os torna mais qualificados para disputar cargos que exijam uma maior dedicação operacional. 

Devido aos sistemas práticos que o curso técnico oferece, a maioria dos alunos encontra emprego antes mesmo de concluir o programa. 

Um curso tecnólogo dura entre dois e três anos, dependendo da área escolhida. Para participar, é preciso passar por um processo seletivo, feito conforme as decisões de cada instituição. Nessa graduação, também é exigido que o estudante já tenha concluído o ensino médio

Os graus de tecnólogos podem ser obtidos em instituições públicas ou privadas, sendo mais frequentemente oferecidos na modalidade de ensino a distância. 

Isso porque os cursos EaD atendem às necessidades de quem costuma se candidatar a tal modalidade. Afinal, são pessoas que querem rapidez e flexibilidade em suas rotinas. No entanto, também é possível encontrar cursos tecnólogos 100% presenciais. 

O aluno também deve fazer provas e apresentar trabalhos das disciplinas do curso. Alguns podem exigir estágio obrigatório, enquanto outros pedem o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Portanto, a forma como os cursos tecnólogos funcionam não muda muito em relação a outros modelos de graduação.

Afinal, técnico ou tecnólogo? Qual a melhor escolha?

A escolha entre um curso técnico ou tecnólogo depende exclusivamente dos objetivos de cada estudante. Isso inclui variáveis que estão ligadas à própria rotina de estudos e aos planos de carreira.

O tecnólogo, por ser de nível superior, é normalmente visto com mais destaque pelo mercado de trabalho. Afinal, ele dá possibilidade de o profissional fazer cursos de pós-graduação.

Embora o curso técnico tenha uma duração menor, as disciplinas focam totalmente nos aspectos práticos de uma profissão. Isso pode ser uma ótima alternativa para quem quer ingressar no mercado de trabalho rapidamente.

Para subir na carreira, os estudantes podem almejar fazer um curso tecnólogo para ter um maior desenvolvimento a longo prazo no mercado de trabalho. Isso porque o técnico restringe bastante a capacidade de desenvolvimento profissional para cargos de nível superior. Afinal, ele é focado na execução de atividades operacionais.

Em outras palavras, esses dois cursos preparam os alunos para o mercado de trabalho, mas a distinção entre os caminhos que cada um permite percorrer pode ser crucial na hora da escolha. 

Com um curso técnico, o candidato poderá ocupar um cargo operacional em que aplicará seus conhecimentos práticos nas atividades. A ideia é formar profissionais com mais habilidades práticas.

Já com o tecnólogo, o conhecimento adquirido levará a ocupações mais elevadas, como analistas, supervisores, coordenadores, entre outras.

Isso é especialmente importante em situações em que as empresas exigem a apresentação de diplomas de nível superior para liberar determinadas vagas de cunho administrativo.

Portanto, na hora de escolher entre um curso técnico ou tecnólogo, é importante considerar cuidadosamente seus objetivos e necessidades para que consiga determinar o que é melhor para a sua carreira.

Agora que você já sabe as diferenças entre técnico e tecnólogo e como escolher o curso mais compatível com seu perfil, aproveite e compartilhe este artigo nas suas redes sociais para que mais pessoas tirem essa dúvida!



Outras dúvidas sobre técnico ou tecnólogo que podem ajudar

  1. O que é ser um tecnólogo?

    O tecnólogo é um profissional de nível superior especializado em uma determinada área de atuação. Essa formação permite que ele ocupe espaços em empresas que estejam precisando de mão de obra qualificada.

  2. É melhor fazer um curso técnico ou faculdade?

    Um curso técnico limita o profissional em relação às possibilidades de atuação no mercado, tendo foco nos conhecimentos operacionais de determinada área. Por isso, é melhor fazer uma faculdade, porque traz mais chances de se dar bem no mercado de trabalho e conseguir melhores oportunidades.

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade