Pensando em abrir seu próprio negócio? Veja 10 dicas de como empreender do zero e vá em busca do sucesso profissional!

Começar a empreender do zero exige conhecimento, determinação e um bom planejamento para que tudo dê certo. A seguir, confira 10 dicas que vão te ajudar durante esse processo!

Muita gente sonha em ter a própria empresa, liderando uma equipe e se destacando no mercado. Mas como empreender? O que é preciso para dar os primeiros passos e abrir um negócio?

Caso você tenha uma ideia e queira tirar do papel, precisa acompanhar as nossas dicas de como começar a empreender. Assim, você pode dar início a uma carreira de sucesso, sendo dono do seu próprio negócio. Vem com a gente e saiba mais!

O que é o empreendedorismo?

É quando você abre seu próprio negócio, concretizando um projeto e lançando-o no mercado. É um processo que envolve ainda a identificação de oportunidades, ou seja, com o empreendedorismo você pode criar soluções, produtos ou serviços diferenciados para o público.

O mais legal é que o empreendedor não precisa, necessariamente, ser da área da administração. Profissionais da saúde, tecnologia, educação, engenharia, entre outros setores, também podem fazer carreira conduzindo sua própria empresa.

Como começar a empreender?

As pessoas pensam que basta ter uma boa ideia para começar a empreender. No entanto, sabemos que abrir empresa não é uma tarefa simples. 

Para que você possa empreender com segurança, é preciso buscar conhecimento em gestão, além de desenvolver algumas competências, especialmente a liderança, capacidade analítica, persistência e resiliência.

Qual a importância do planejamento?

Uma etapa importante para quem busca conselhos de como empreender é o planejamento. Isso mesmo! Você precisa seguir uma série de etapas antes de começar o seu negócio para evitar qualquer tipo de problema, especialmente quanto à parte da regularização da empresa.

O planejamento também é necessário em relação à parte financeira, afinal, você precisa se programar para se manter até que a sua empresa possa gerar lucros.

Tenha em mente que a receita dos primeiros meses costuma ser utilizada para cobrir o investimento que você fez, seja na parte de estrutura, compra de matéria-prima, divulgação, entre outros aspectos.

graduacao digital | como empreender

Como empreender do zero?

E aí? Quer ter sua própria empresa, mas não sabe como empreender? Veja a seguir 10 dicas para quem vai começar do zero!

1. Encontre o seu negócio

O ponto de partida é saber o que você vai lançar no mercado, seja um produto ou serviço. Não é preciso ter nada revolucionário para ser bem-sucedido no empreendedorismo, o importante é lapidar bem a sua ideia e, assim, oferecer algo diferenciado. 

Você pode perceber que, em determinado bairro, não há um pet shop, ou seja, as pessoas precisam se deslocar até uma região mais central para comprar ração ou outros itens. Viu só? Nessa situação hipotética, você descobriu uma oportunidade. 

Mas, atenção: nada de achismo ou intuição, é preciso fazer uma pesquisa de mercado (como trataremos no próximo tópico).

Nessa etapa, é interessante ainda que você escolha trabalhar com algo que tenha afinidade, pois de nada adianta você abrir uma loja de roupas se acha chato acompanhar tendências de moda, por exemplo. Então, reflita sobre seus interesses, competências e habilidades, e descubra o nicho ideal.

2. Pesquise o mercado

Depois de definir seu nicho de atuação, é necessário estudar o mercado. Vamos voltar ao exemplo de um bairro que não tem pet shop.

Essa informação é importante e já mostra as possibilidades de sucesso do negócio no local. Mas é preciso entender ainda quem será o seu público, especialmente na questão do poder aquisitivo.

Serão pessoas que compram rações e produtos de marcas mais caras ou mais populares? Vale a pena oferecer outros serviços na sua empresa, como o de tosa? E, é claro, fique de olho também na concorrência. 

Nesse exemplo, pode não ter um pet shop no bairro, mas será que o supermercado próximo não tem um seção com esses itens? Se sim, verifique os produtos que são oferecidos, preços e busque um diferencial na sua empresa.

Podem parecer detalhes, mas quando você identifica uma lacuna no mercado e traz os produtos e serviços que as pessoas buscam, as chances de ter sucesso aumentam bastante. 

É claro que você pode descobrir mais sobre o perfil dos seus clientes no dia a dia de atendimento, verificando os produtos mais buscados, por exemplo. Ou seja, com o tempo você consegue se posicionar melhor no mercado, oferecendo os itens certos para o seu público.

3. Invista em conhecimento

Buscar graduações voltadas ao empreendedorismo, pode ajudar bastante você a conduzir seu negócio com mais tranquilidade. 

Conversar com outros empreendedores e fazer networking também é recomendado para você entender melhor como começar seu negócio.

Dessa maneira, você tem conhecimento e ferramentas para analisar melhor a economia, o mercado e se planejar financeiramente para começar sua empresa com o pé direito.

4. Defina o modelo de empresa

É necessário definir ainda qual será o modelo de empresa, como loja física, online, franquia, ou atuação como freelancer, por exemplo. No caso da loja virtual, defina se as vendas serão por um site próprio, por marketplace, redes sociais ou ainda WhatsApp.

5. Faça um plano de negócios

Lembra que falamos do planejamento? Pois bem, é essencial você fazer um plano de negócios ao empreender. Trata-se de um documento em que você detalha as principais características da sua empresa, como:

  • nome da empresa;
  • tipo de produto ou serviço que vai trabalhar, incluindo os diferenciais;
  • público-alvo;
  • setor de atuação (loja física ou online);
  • investimentos necessários;
  • plano operacional, indicando como será o funcionamento do negócio;
  • ações de marketing.

6. Formalize o seu negócio

Ao abrir uma empresa, é preciso atuar dentro do que exige a legislação, ou seja, é necessário formalizar o seu negócio. Nessa hora, vale buscar informações na prefeitura de sua cidade, no Sebrae e também com um contador para saber o passo a passo do que fazer para criar o seu CNPJ.

Isso porque as regras variam de acordo com o tipo de negócio, podendo ser exigidas autorizações, vistorias, entre outros aspectos.

Dependendo da sua área de atuação, é possível abrir empresa como MEI (microempreendedor individual), um regime no qual você consegue ter seu CNPJ, gastando pouco com a carga tributária.

7. Veja se precisa de crédito

Para tirar sua ideia do papel é preciso fazer um investimento. Mas como começar se você não tem recursos para isso? Nessa hora, você pode tentar parcerias com outros profissionais para dividir esses custos iniciais.

Se isso não for possível, busque informações em instituições bancárias para descobrir se existe uma linha de crédito para quem está começando, quais são os juros cobrados, prazos de pagamento, entre outros detalhes.

8. Crie sua marca

Para se destacar no mercado, é preciso ter uma marca. Então, defina o nome da sua empresa e busque um designer para criar sua identidade visual.

Com isso, você tem uma imagem que identifica seu negócio e pode usar não apenas na loja física ou site, mas também em seus produtos e nas páginas das redes sociais da sua empresa.

9. Inicie

Com tudo bem planejado, chega o momento de iniciar seu negócio. Então, mãos à obra para contratar sua equipe (caso seja necessário), buscar os melhores fornecedores para fazer o seu estoque inicial ou começar a captar clientes. 

Caso você preste serviços como freelancer, um caminho é fazer a divulgação da sua marca e prospecção de clientes utilizando o LinkedIn.

Já, se o seu negócio é voltado para a venda de produtos, aproveite a força das redes sociais e do Google Meu Negócio para divulgar a empresa. Nessa questão, criar conteúdos audiovisuais torna-se uma boa estratégia.

10. Acompanhe seus resultados

Como saber se você está no caminho certo? Acompanhando os resultados da sua empresa, como o faturamento, número de novos clientes e recorrentes, efetividade de ações de marketing, entre outros aspectos.

Agora você viu como empreender e, assim, pode ter sucesso em diferentes segmentos do mercado, sendo dono do seu próprio negócio. O importante é buscar conhecimento sobre a área que deseja atuar e fazer um planejamento.

Nessa trajetória, é preciso que você tenha uma mentalidade de líder. Descubra a importância do mindset de crescimento para o desenvolvimento de competências!

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade