Carnaval 2023: conheça a história de um dos eventos mais comemorados pelos brasileiros!

O carnaval é um dos momentos mais aguardados pelos brasileiro todos os anos, sendo marcado por muita festa e comemoração. A seguir, conheça não só o dia deste evento em 2023, como a história por trás da data!

O Brasil é chamado de “país do carnaval”, e nossa festa é conhecida mundialmente como um dos eventos mais populares do mundo e de grande representação cultural.

Se você está ansioso para o Carnaval 2023 e quer entrar na folia, aproveite para conhecer melhor sobre esse espetáculo, as principais curiosidades que cercam sua história e tudo que envolve esse evento. Boa leitura!

O carnaval e sua história

A história do carnaval no Brasil iniciou-se no período colonial, no século XVII, devido às influências lusitanas dos colonizadores. 

Uma das primeiras manifestações carnavalescas foi o Entrudo, uma festa de origem portuguesa em que famílias nobres jogavam água, às vezes com perfume, umas nas outras. 

A festa era tão popular que até Dom Pedro II, o imperador do Brasil na época, se divertia jogando água nos nobres. 

As pessoas escravizadas, por sua vez, quando eram autorizados, iam para as ruas, onde travavam pequenas disputas que eram conhecidas como “Jogo do Entrudo”, em que jogavam uns nos outros água com barro.

Somente em 1822, após a Independência do Brasil, que o carnaval se desfez das influências europeias, ganhando novos ritmos regionais e africanos.

Surgiram então os cordões e ranchos, as festas de salão, os corsos e as escolas de samba. 

Afoxés, frevos e maracatus também passaram a fazer parte da tradição cultural carnavalesca brasileira, bem como marchinhas, sambas e outros gêneros musicais.

CAMP 2023 HOME GRAD UNINASSAU 2 | carnaval 2023

Onde surgiu o carnaval?

Especula-se que que o carnaval advém desde as primeiras festividades que ocorriam no império romano e na Grécia antiga.

Porém, foi na península itálica, em plena idade média, que o carnaval passou a se consolidar como a festa que temos hoje.

O tradicional carnaval de Veneza tem a sua primeira documentação no século XII e de lá, iria se espalhar pela Espanha, Portugal e França. Por meio desses países, chegaria no continente americano.

No nordeste do Brasil, a festa se misturou com as tradições das folias de reis, que acontecem em janeiro.

Essas misturas de tradições e também com folclore local que resulta nos carnavais de Recife, Olinda e Manaus, por exemplo.

No início do século XVIII, temos os primeiros “cordões” no Rio de Janeiro, com pessoas cantando e dançando pelas ruas.

No século XIX, chegaram ao Brasil os primeiros bailes de salão, inspirados nos carnavais franceses.

Pela influência francesa que as fantasias mais tradicionais até hoje são de Pierrot, Arlequina e Colombina.

Depois dessa concentração de elementos e influências, na virada do século XIX para o século XX que começa o carnaval que conhecemos hoje.

Em 1890, Chiquinha Gonzaga compôs a primeira marchinha de carnaval “Ô abre alas que eu quero passar”.

Em 1928, temos a primeira escola de samba, a “Deixa Falar”, e no ano seguinte foi disputado o primeiro concurso entre elas.

Após esses acontecimentos, o carnaval passou a fortalecer suas tradições e festejos de cada região do país, sendo celebrado até os dias atuais.

O carnaval tem alguma ligação religiosa?

Por se tratar de uma festa muito antiga, a igreja católica considerava as celebrações como um ritual pagão, daí a vontade de incorporar essas festividades como parte do calendário religioso.

Mais importante também, era a necessidade de definir uma data para estabelecer quando seria Quarta-Feira de Cinzas, o primeiro dia de Quaresma, período de 40 dias reservados ao jejum, abstinência de alimentos, como a carne vermelha, além de orações e reflexões.

Os 3 ou 4 dias anteriores à Quaresma são o carnaval, no modelo da festa que foi colocada no calendário cristão no ano de 590.

A palavra carnaval muito provavelmente vem do latim carnis levale, que significa “despedida da carne”. 

Ou seja, se são 40 dias sem comer, valia a pena se empanturrar antes, com os banquetes conhecidos como “Terça-feira Gorda”.

Além disso, nos países cristãos, a celebração do carnaval está subordinada à data da Páscoa. 

Desde as suas origens, o cristianismo começou a associar os dias do ano ao calendário litúrgico, ou seja, no quadro de datas especiais em relação a encarnação redentora de Cristo.

A Páscoa é considerada o dia mais importante porque simboliza o dia da ressurreição de Cristo.

De modo geral, a Quaresma simboliza os quarenta dias que Jesus Cristo passou no deserto e ocorre entre a Quarta-Feira de Cinzas e Domingo de Ramos (uma semana antes da Páscoa). 

A terça-feira de carnaval ocorre sempre antes da Quarta-Feira de Cinzas, o que totaliza 47 dias antes da Páscoa.

Quando acontece o carnaval em 2023?

O carnaval 2023 ocorrerá nos dias 20 e 21 de fevereiro, sendo uma data muito aguardada pelos brasileiros que pretendem aproveitar os dias para descanso ou participar das festividades locais com muita diversão.

Vale destacar que o carnaval é uma data móvel, calculado de forma retroativa, por isso que todos os anos as datas mudam conforme a distribuição dos dias. 

Na tradição católica, que fundamenta o calendário que usamos, tendo como referência o Domingo de Páscoa que ocorre no primeiro domingo após a primeira lua cheia. 

Essa verificação é possível a partir do equinócio da primavera no hemisfério norte ou do equinócio de outono no hemisfério sul.

Com esse modelo, chega-se ao domingo de carnaval contanto retroativamente 7 domingos conforme o calendário cristão.

Quais dias são considerados feriados de carnaval?

Apesar de ter seu início já no domingo, os dias considerados feriados são segunda, terça e quarta.

Por lei, o carnaval não é feriado nacional, e não exige que as empresas suspendam as atividades ou apliquem diferentes pacotes de remuneração aos funcionários que trabalham nesses dias. 

O carnaval é tratado de forma diferente, dependendo da cidade em que a empresa está localizada. 

Afinal, o carnaval é feriado municipal em algumas cidades do país, enquanto em outras se caracteriza como evento facultativo. 

Um exemplo é que o carnaval é feriado no Rio de Janeiro, e em São Paulo e Belo Horizonte, ponto facultativo. 

Além disso, toda empresa deve consultar o calendário municipal para saber se esses dias são feriados. 

Nessa época, muitos funcionários ficam se perguntando se a Quarta-Feira de Cinzas é feriado. Porém, na maioria das cidades, muitas vezes essa data nem é considerada um ponto facultativo. 

No entanto, por tradição, a maioria das empresas oferece apenas trabalho em meio período para o seu quadro de colaboradores.

Como é comemorado no Brasil?

O carnaval será comemorado em várias partes do Brasil, ou seja, não há nenhuma festa singular acontecendo ao mesmo tempo. 

Desfiles de fantasias, danças e músicas acontecem em todas as regiões, mas cada uma faz o carnaval de maneira um pouco diferente. 

Por exemplo, as cidades do sudeste do Brasil apresentam desfiles liderados por escolas de samba , que são essencialmente grandes clubes de marcha e dança. 

Na região nordeste do país, a escolha musical difere das grandes cidades do sul e os desfiles são mais interativos com o público. 

Onde quer que o carnaval seja comemorado, os participantes certamente se divertirão muito no tradicional costume brasileiro. 

A seguir, detalhamos as particularidades dos carnavais mais famosos em regiões específicas do país. Confira!

O carnaval carioca

O Rio de Janeiro é um dos maiores carnavais de qualquer região ou cidade do Brasil, sendo reconhecido internacionalmente. 

Durante o carnaval do Rio, a celebração dura quase uma semana inteira e pode levar até um ano de planejamento e preparação. 

Tradicionalmente, as escolas de samba são o foco central deste festival e desde a década de 1980, ocorre no Sambódromo, um local onde as melhores escolas de samba do país competem por um prêmio anual. 

Cada escola de samba se apresenta num total de 75 minutos e segue um tema específico que será julgado.

Seguindo os famosos desfiles e celebrações dançantes, o carnaval do Rio também é conhecido por algumas das melhores festas de qualquer carnaval no Brasil. 

Na maioria das vezes, essas festas têm como tema o baile de máscaras, tradição trazida de Portugal no século XIX. 

O Baile Mágico do Hotel Copacabana é certamente a festa de máscaras mais famosa, apesar de ser restrita a um público de maior poder aquisitivo.

As festas de rua são uma parada popular para muitos dos moradores locais e apresentam ainda mais comida, dança e música.

Os carnavais de Recife e Olinda

As cidades de Recife e Olinda estão localizadas no estado de Pernambuco, na região nordeste do país. Nessa área, o carnaval é tipicamente um pouco mais pitoresco e descontraído. 

Embora a música, a dança e o desfile ainda sejam uma característica central, as cidades hospedam várias bandas ao vivo que se apresentam durante todo o tempo que durar as comemorações. 

As maiores partes desta celebração são o Galo da Madrugada, conhecido como o maior bloco carnavalesco do mundo, e a Noite dos Tambores Silenciosos, ambos com fantasias elaboradas e movimentos de frevo e maracatu. 

As festas geralmente duram do amanhecer até bem depois do anoitecer, sendo umas das maiores tradições do nordeste.

O carnaval baiano

O estado da Bahia está situado na região nordeste do Brasil e abriga outro dos maiores festivais de carnaval na capital Salvador. 

Aqui ocorre uma das celebrações com maior diversidade cultural, com a música Axé dominando o carnaval da cidade. 

Esse é um estilo musical tradicional que mistura o ijexá, samba-reggae, frevo, reggae, merengue, forró, samba duro, ritmos do candomblé, pop rock, bem como outros ritmos afro-brasileiros e afro-latinos.

As festas de rua são o foco principal do carnaval da Bahia, enquanto o Rio de Janeiro se concentra mais em grandes competições de samba. 

Salvador é conhecida por ter sediado algumas das maiores festas de rua do Brasil. Além disso, o festival da Bahia promove felicidade e preza pela igualdade cultural de todos os participantes.

O carnaval de São Paulo

São Paulo é considerada a melhor alternativa se o carnaval do Rio de Janeiro estiver esgotado ou muito caro. 

Semelhante ao Rio, o carnaval de São Paulo acontece no Sambódromo da cidade, o Sambódromo do Anhembi, e as melhores escolas de samba competem pelo primeiro lugar. 

As festividades são cheias de emoção e energia, com festas de rua organizadas por bandas populares que ocupam grandes regiões da cidade todas as noites.

O carnaval de Florianópolis

O carnaval de Florianópolis acontece nas praias dessa cidade brasileira. É uma opção mais casual e distante das comemorações exuberantes das grandes cidades. 

Os desfiles são um ponto central do carnaval de Florianópolis, ao lado de festas menores que acontecem em uma das muitas praias à noite. 

Três ou quatro grandes escolas de samba competem pelo prêmio principal, mas esses eventos são realizados mais comumente nas ruas do que em um Sambódromo. 

O carnaval de Florianópolis também é um pouco mais curto do que festivais maiores, como o festival do Rio, normalmente começando apenas no sábado.

O carnaval mineiro

O carnaval de Minas Gerais é outro carnaval popular no cenário nacional do Brasil. Muitas vezes é composto por estudantes, que é uma das razões pelas quais as multidões tendem a ser mais jovens. 

Festas de um dia inteiro, celebrações musicais e desfiles são eventos populares no carnaval de Minas Gerais. 

Eles acontecem próximo às colinas da região, mas o mais famoso é nas ruas de paralelepípedos coloniais das cidades. 

Uma das festas mais antigas do Brasil durante a semana do carnaval acontece na cidade de Ouro Preto.

Como e onde se comemora o carnaval no mundo?

Estima-se que o carnaval seja celebrado em diversos países ao redor do mundo, apesar do Brasil ser o lugar mais popular.

O desfile de dois dias em Port of Spain é a mãe dos carnavais caribenhos, inspirando variações da celebração nas Índias Ocidentais e em outras nações, como Crop Over em Barbados, Desfile do Dia do Trabalho no Brooklyn, Nova York, Caribana em Toronto e carnaval de Notting Hill em Londres.

O carnaval em Trinidad e Tobago surgiu da música Calypso, um gênero nascido da escravidão. O espírito de libertação se expandiu e evoluiu para o carnaval moderno, que agora está repleto de música em expansão.

Os principais eventos da celebração começam oficialmente na segunda e na terça-feira anteriores à Quarta-Feira de Cinzas, quando mascarados e outros foliões dançam durante todo o desfile.

Vale destacar também a cidade de Santa Cruz de Tenerife como a maior das Ilhas Canárias da Espanha, e a mais animada também. 

A celebração pré-carnaval quaresmal é parecida com a do Rio de Janeiro, mas nesta região dura 15 dias e é recheada de festas de rua junto com seus desfiles oficiais. 

Um dos maiores eventos da celebração gira em torno de um concurso anual quando uma Rainha do carnaval é selecionada. 

Assim que uma rainha é coroada, as festas podem começar. Durante dias, as ruas ficam repletas de moradores e visitantes, comemorações e apresentações satíricas de grupos carnavalescos de entretenimento. 

Seu desfile oficial, que acontece na terça-feira, chama-se “El Coso” e, como você deve imaginar, é repleto de música e dançarinos fantasiados.

Por fim, destaca-se o carnaval de Veneza, na Itália, e os festivais nessa região começam algumas semanas antes da Quarta-Feira de Cinzas, embora as datas variem a cada ano. 

Cada celebração é recheada de eventos, todas obedecendo a um tema abrangente pré-designado. 

As festividades incluem festas sofisticadas e bailes privados, desfiles de barcos ao longo do Grande Canal e competições. 

Em Veneza, os trajes lembram o que se vestia no século XVIII, nobres e mulheres do século, completos com vestidos, capas e, mais notavelmente, máscaras venezianas.

Agora que você já sabe como funciona o carnaval 2023, incluindo as tradições que envolvem esse festival no Brasil e no mundo, compartilhe esse artigo nas suas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso a essas informações!



Perguntas frequentes

  1. 1. O que acontece durante o carnaval no Brasil?

    Durante o carnaval do Brasil, os visitantes podem esperar grandes festivais com dança, desfiles, baile de máscaras, comida e competições de samba.

  2. 2. Quanto tempo dura o carnaval no Brasil?

    A duração varia de acordo com a região em que é celebrado. No Rio de Janeiro, por exemplo, é comemorado durante uma semana inteira, enquanto em outras regiões pode durar apenas três ou quatro dias. 

  3. 3. Por que o carnaval é celebrado?

    Começou para celebrar o início da Quaresma na religião cristã, mas evoluiu ainda mais para enaltecer a história, a cultura e as tradições do povo brasileiro.

  4. 4. Existe carnaval apenas no Brasil?

    Não. Apesar desse evento ser muito popular no Brasil, alguns países europeus e latino-americanos também comemoram o carnaval anualmente.

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade